(19) 3012-1722      atendimento@clinicasilk.com.br    |   

Saiba como cuidar da pele a partir dos 20 anos para garantir um rosto mais bonito aos 50

Pequenos cuidados diários, preenchimentos e tratamentos com laser são fortes aliados da beleza

A estilista Coco Chanel já dizia que depende de você merecer o rosto que terá aos 50 anos. Isso é um fato. Se quiser chegar bem aos 50, vai precisar começar a ter cuidados regulares com a pele aos 20 anos de idade, quando as rugas e o envelhecimento parecem distantes. Com o passar dos anos, esses cuidados devem ser redobrados. Quando falamos de pele, a regra é prevenir. Isso vai retardar o envelhecimento e proporcionar uma pele mais saudável e bonita.

“Aos 20 anos, a pessoa tem uma pele jovem e a sensação de que será assim para sempre. Mas não é”, destaca a dermatologia Daniela Bellucci, de Campinas. Segundo ela, alguns cuidados já são fundamentais nessa fase, muitos deles relacionados a hábitos diários. “Tomar sol, fumar, ingerir pouca água, dormir pouco, não usar protetor solar e ter uma alimentação desregrada estão entre os principais fatores do envelhecimento da pele. Outro hábito muito comum é dormir de maquiagem. Isso é péssimo”, explica.

Na fase dos 20 anos, de acordo com a dermatologista, se a pessoa não tem nenhum outro problema, limpar, tonificar, hidratar e proteger a pele do sol, além de não cometer os erros acima, já são suficientes para manter o rosto saudável. “Aos 25 anos, já é possível usar substâncias que ajudam a melhorar a saúde da pele e a retardar o aparecimento de rugas e marcas de expressão”, orienta Daniela.

“Também é hora de começar a usar produtos antienvelhecimento, apropriados para cada tipo e cada problema de pele, como os retinoides tópicos e ácidos noturnos, que retardam o envelhecimento das células”, completa Daniela. A dermatologista também orienta a fazer limpezas de pele e peelings químicos e a laser.

“O laser é uma das grandes evoluções da medicina estética. Temos resultados excelentes com eles em todas as idades. No entanto, as pessoas precisam buscar referências e pesquisar sobre o profissional, os produtos e o aparelho que será utilizado. Tudo isso é fundamental para o resultado do tratamento”, explica.

Atualmente, é possível utilizar o laser para tratar diversos tipos de problemas de pele, desde acne até rugas. “O laser tira manchas, melhora a flacidez, trata acne, reduz as linhas de expressão, enfim, há sempre um tratamento a laser para cada fase”, comenta a dermatologista.

A partir dos 30 anos, os cuidados com a pele precisam aumentar. Nesse período, o organismo diminui a produção de colágeno. “É ainda mais imprescindível usar protetor solar. O uso contínuo prolonga a duração do colágeno estocado no corpo”, explica Daniela. Outra orientação é fazer esfoliação, já que este procedimento elimina as células mortas do rosto e facilita a absorção de outros produtos, como o hidratante. “Também é hora de pensar mais seriamente em tratamentos a laser e, caso a pessoa já tenha algumas marcas de expressão, pode começar a usar a toxina botulínica”, diz. “Sem se esquecer de todos os cuidados que já citamos nas fases anteriores”, destaca.

A partir dos 40 anos, a mulher começa a se preocupar mais com a pele, já que alguns siais de envelhecimento ficam mais visíveis. “Nessa fase, muito provavelmente, os cuidados diários, apesar de fundamentais, não serão suficientes. ´Para manter o contorno da face, é importante fazer preenchimento, aplicação de toxina botulínica e usar tratamentos a laser disponíveis no mercado. Mas volto a dizer: pesquise sempre o profissional. Na hora de fazer o preenchimento, por exemplo, é importante que se respeite os traços da paciente e não queira consertar todas as imperfeições de uma só vez. Este é um tratamento que precisa ter resultados sutis, que fiquem realmente naturais”, orienta Daniela.