(19) 3012-1722      atendimento@clinicasilk.com.br    |   

Laser está cada vez mais eficiente na remoção da tatuagem

Resultados finais variam de acordo com as características do desenho e do paciente

Não é raro uma pessoa se arrepender de ter feito tatuagem. Há pesquisas que apontam que 1 a cada 3 pessoas que passaram pelo procedimento preferia não tê-lo feito. Para essas pessoas, a remoção do desenho por laser é a opção mais eficaz. A dermatologista Daniela Bellucci, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, explica que os resultados da remoção são cada vez mais satisfatórios, mas que o tratamento todo depende de vários fatores.

“Tempo da tatuagem, tamanho, qualidade da tinta e as cores utilizadas influenciam diretamente no processo. Hoje, temos lasers específicos para isso muito eficientes, que conseguem remover totalmente a tatuagem em boa parte dos casos”’, explica. “Tatuagens mais velhas, muito coloridas e grandes precisam de um número maior de sessões”, completa.

De acordo com a dermatologista, o número de sessões para o clareamento da tatuagem depende muito da reação do organismo. Depois de cada sessão, a pele passa por um processo de cicatrização e o desenho vai clareando gradualmente. “O laser faz uma fragmentação do pigmento, que é absorvido pelo corpo”, diz. “Em alguns casos, a remoção total pode demorar anos”, afirma. O intervalo mínimo entre as sessões varia, mas, em média, é de 30 dias.

Daniela comenta que vários fatores podem causar o arrependimento nas pessoas que fizeram tatuagem. “Nós observamos na clínica que as pessoas que mais se arrependem são as que fizeram o desenho muito jovens. Também há casos em que o desenho não ficou como esperado ou, ainda, situações em que foi tatuado o nome de alguém que não faz mais parte da vida do paciente”, cita. “Essas situações realmente incomodam as pessoas, que tentam esconder a tatuagem a qualquer custo. Depois da remoção, elas ficam felizes, satisfeitas novamente com o próprio corpo. Isso é muito gratificante para nós”, afirma.

Daniela explica que outra demanda comum na clínica é para a remoção de sobrancelha definitiva. “Fazer retoques ou até refazer a sobrancelha, de forma definitiva, tem sido muito comum, mas o resultado nem sempre é como o esperado. O único jeito é remover com o laser e fazer o desenho novamente. Como é no rosto e não dá para esconder, a paciente tem urgência em resolver a situação”, destaca a dermatologista.

Segundo Daniela, antes, durante e depois das sessões, é importante evitar exposição ao sol, já que peles bronzeadas são mais resistentes ao laser. “Os pacientes também precisam lavar bem o local da tatuagem e utilizar pomada antibiótica, que será receitada pelo dermatologista”, explica.

De acordo com ela, há vários tipos de laser no mercado, alguns mais eficientes que outros. “A qualidade do equipamento utilizado faz toda diferença no resultado final. Por isso, é muito importante que o paciente pesquise antes, se informe e desconfie de lugares que praticam valores muito abaixo dos demais. E sempre é bom reforçar: este procedimento deve ser acompanhado por um dermatologista, que está preparado para dar toda a orientação para que os resultados sejam seguros e satisfatórios”, finaliza.